Últimas Notícias

Hamilton vence última corrida do ano e quebra recorde

Vitória de ponta a ponta em Abu Dhabi garantiu ao piloto mais de 400 pontos na temporada

[...]

Leia +

Hamilton vence no Brasil e Mercedes fatura o penta

Com direito a quebra de recorde da pista no treino classificatório, Lewis termina em primeiro, Bottas em quinto e Flechas de Prata cumprem último grande objetivo da temporada: o título do Mundial de Construtores

[...]

Leia +

Em coletiva especial, PETRONAS lança nova linha de produtos Tutela

Além do lançamento, o evento contou com homenagens a Lewis Hamilton e à Fundação Bachiana Filarmônica, que recebeu doações de instrumentos da PLI

[...]

Leia +

Hamilton conquista o pentacampeonato mundial, 364 dias após o tetra

No México, mesmo circuito do último título, britânico crava seu nome como um dos maiores da história da F1, empata com Fangio e agora só perde para Schumacher em número de troféus

[...]

Leia +

EMBARQUE NESSA EXPERIÊNCIA DE VELOCIDADE!

O PETRONAS F1 Experience é uma experiência de Realidade Virtual que vai fazer você se sentir um verdadeiro piloto da equipe Mercedes-AMG PETRONAS!

[...]

Leia +

Mercedes-AMG PETRONAS mantém histórico 100% na Rússia e fica perto da história

Publicado por: PETRONAS 28 de Setembro de 2020
Mercedes-AMG PETRONAS mantém histórico 100% na Rússia e fica perto da história

Se tem um país na F1 que pode simbolizar a hegemonia da equipe Mercedes-AMG PETRONAS Formula One Team é a Rússia: o circuito teve sua primeira etapa em 2014, ano do primeiro dos seis títulos seguidos, e sempre foi palco de vitória. No último domingo (27), a sétima conquista em solo russo significou mais um grande passo em busca do inédito heptacampeonato. 

A 10ª corrida de 2020 contou com a 10ª pole position da equipe Mercedes-AMG PETRONAS, destacando o grande trabalho na temporada. Foi a pole número 96 de Lewis Hamilton, após mais uma sexta-feira de treinos que contou com o habitual domínio das Flechas de Prata.  

O domingo tinha tudo para ver a quinta dobradinha da Mercedes-AMG PETRONAS na Rússia e o terreno estava preparado para a vitória 91 de Hamilton, que se igualaria como o maior vencedor da história da F1, mas um conflito de interpretações sobre a regra gerou uma punição dupla ao piloto, de 5s cada, ainda antes da largada. 

Lewis, segundo os comissários da corrida, teria feito simulação de largada em ponto não designado pela direção de prova por duas vezes antes do posicionamento para a largada. Para Toto Wolff, chefe da equipe, há margem para outra interpretação. “Disseram que aquele não era o lugar para praticar largada, e eu concordo. Mas as notas entregues pelos diretores da FIA dizem que você pode começar depois das faixas da direita. Então isso dá margem para interpretação. Concordamos em discordar”, afirmou o austríaco. 

Após a largada e a manutenção da liderança em boa disputa com o companheiro Valtteri Bottas, o safety-car foi acionado após batida no pelotão intermediário. A pista foi liberada na sexta volta e Hamilton partiu em ritmo forte para buscar uma vantagem antes de pagar a punição, o que aconteceu na 17ª volta. Ele voltou em 11º lugar com os pneus duros, para tentar ir até o fim. 

Em uma corrida com poucos acontecimentos na parte da frente, a emoção ficou por conta das ultrapassagens de Lewis Hamilton. Com o ritmo forte para abrir vantagem e a necessidade de correr atrás após a punição, o piloto precisou exigir bastante do motor, que aguentou essa demanda com a proteção do lubrificante PETRONAS Syntium, com tecnologia exclusiva °CoolTech™, que garante a temperatura do motor nas condições ideais, mesmo nas condições mais extremas. 

Sem o britânico na dianteira, sobrou para Valtteri fazer ótima corrida e garantir a vitória sem maiores problemas, controlando o adversário que vinha em segundo. O finlandês, de quebra, ainda conquistou o ponto extra pela volta mais rápida. Após o seu segundo triunfo na temporada, e o nono da equipe Mercedes-AMG PETRONAS, o #77 desabafou no rádio da equipe durante a celebração. 

Com o 100% mantido na Rússia e os dois pilotos no pódio, o inédito heptacampeonato do Mundial de Construtores ficou ainda mais próximo. Com 366 pontos, a equipe abriu 174 em relação ao segundo colocado. Isso significa praticamente quatro corridas de vantagem faltando apenas sete etapas para acabar o ano. 

No Mundial de Pilotos, Lewis ainda manteve 44 pontos na liderança para o companheiro Valtteri Bottas, que por sua vez está 33 acima do terceiro colocado. 

A próxima etapa será em duas semanas, no dia 11 de outubro, com o GP do Eifel, na Alemanha. A corrida será às 10h10 (horário de Brasília) e marcará uma nova oportunidade de Lewis Hamilton bater o recorde histórico de vitórias na principal categoria do automobilismo.  

N√£o h√° coment√°rios.

Últimas Notícias

Hamilton vence última corrida do ano e quebra recorde

Vitória de ponta a ponta em Abu Dhabi garantiu ao piloto mais de 400 pontos na temporada

[...]

Leia +

Hamilton vence no Brasil e Mercedes fatura o penta

Com direito a quebra de recorde da pista no treino classificatório, Lewis termina em primeiro, Bottas em quinto e Flechas de Prata cumprem último grande objetivo da temporada: o título do Mundial de Construtores

[...]

Leia +

Em coletiva especial, PETRONAS lança nova linha de produtos Tutela

Além do lançamento, o evento contou com homenagens a Lewis Hamilton e à Fundação Bachiana Filarmônica, que recebeu doações de instrumentos da PLI

[...]

Leia +

Hamilton conquista o pentacampeonato mundial, 364 dias após o tetra

No México, mesmo circuito do último título, britânico crava seu nome como um dos maiores da história da F1, empata com Fangio e agora só perde para Schumacher em número de troféus

[...]

Leia +

EMBARQUE NESSA EXPERIÊNCIA DE VELOCIDADE!

O PETRONAS F1 Experience é uma experiência de Realidade Virtual que vai fazer você se sentir um verdadeiro piloto da equipe Mercedes-AMG PETRONAS!

[...]

Leia +